17 dezembro, 2013
Por Katia Ouang

 

cop

Hoje queria contar uma evolução muito bacana que aconteceu por aqui. Consegui finalmente eliminar as mamadeiras de leite da Bruna! E foi bem mais fácil do que eu imaginava por incrível que pareça. Já que a chupeta é algo que não consigo visualizar ela abandonando. Mas como tudo nas crianças são uma caixinha de surpresa, vamos ao meu lema de sempre; um passo após o outro, um dia de cada vez.

A Bruna é viciada em leite. Ela toma umas 3 mamadeiras por dia, e sempre pede para repetir. O ritual de deitar em seu cantinho e tomar o leite na mamadeira a acompanha desde bebê. Já havia tentando tirar, ofereci em diferentes copinhos, e nada. Ela não tomava o leite em nada que não fosse a sua velha e boa mamadeira com a sua fotinho colada.

Até que na semana passada fui a farmácia e levei ela junto. Enquanto eu pedia os remédios ela ficou na sessão infantil. Quando voltei ela me deu um copinho e disse; Mamãe, olha esse copo de gatinho, eu quero, achei lindo!

E então eu disse; Bru, esse copinho é para as meninas que não usam mais mamadeira, e o leitinho fica uma delicia nele. Mas se a mamãe comprar você tem que jogar as suas mamadeiras fora, tudo bem??? Eu já estava esperando um “não” automático quando me veio um ” tudo bem, eu quero“.

Comprei o copinho e na hora do leite já esperava pelo escândalo. Mas fui até ela e disse; Bru, veja que delícia o leite fica nesse copinho, só mocinha pode usar! E ela disse: Mamãe, a Manu não pode né? Eu disse: Não filha, ela não consegue tomar nesse copinho…. E então pronto, soa como mágica, só o fato dela saber que tem algo para ela que a Manu não pode, dá um super poder! E então para a minha surpresa ela aceitou o copo! Reclamou um pouco na hora de tomar, atirou no chão, disse que não queria, mas depois se rendeu.

Eu pulei a parte de jogar as mamadeiras fora ou “dar para a fada”, afinal ela já havia aceitado que não teria mais. E evitei assim um desapego emocional desnecessário.

Não joguei fora ainda, estão guardadas no armário. Talvez porque até eu tenha criado um apego especial a essas mamadeiras que estão até opacas de tanto que foram usadas, e que por meses eu via a fotinho da carinha dela bem pequena.

É minha filha está crescendo e mais um passinho foi dado.

Esse bem fácil, sem traumas, sem choro ou sem se jogar no chão.

Vai entender o que se passa na cabecinha desses pequenos….

E no próximo post vou contar para vocês como foi a mudança para a cama e o desfralde do cocô! E para vocês, foi tranquilo eliminar as mamadeiras?

 

Comentários 8

7

2 dezembro, 2013
Por Katia Ouang

2013-11-200

Hoje resolvi fazer um post diferente, mais dinâmico e mais leve.  O De médico e de louco, toda família tem um pouco, são algumas particularidades da minha família, sempre relacionado a maternidade e a paternidade. Muitas coisas são respostas à algumas perguntas que vocês me fazem seja por email ou pelo instagram. Coisas que fazemos, marcas que usamos, nossa rotina, enfim… curiosidades no mínimo engraçadas que acabo não contando por aqui por achar que não renderia um post inteiro, mas sim um comentário rápido e divertido.

Por que também a maternidade é feita de momentos deliciosos !

Vamos lá…

- A Manu tem a mania engraçada de dormir sempre segurando uma chupeta. Tenho que colocar umas 10 no berço e ela vai escolhendo colocando uma por uma na boca até decidir qual ficará. E depois escolhe uma para segurar. Ela adora conversar com os bichinhos no berço quando acorda. Ela começa a falar e eu escuto da babá eletrônica mas até ela me chamar vai mais de meia hora. Então muitas vezes ainda consigo cochilar mais um pouquinho!

- Eu nunca coloco despertador, quem me acorda são as meninas, sempre! Se elas passarem da hora ( o que é raro) , eu perco a hora e me atraso junto!

- As meninas disputam as almofadas do sofá da sala na hora de tomar leite. É muito engraçado pois eu saio da cozinha com as 2 mamadeiras e falo; quem vai tomar leite? saem as 2 correndo para o sofá e começam a pegar almofadas para empilhar pois sabem que eu não deixo tomar leite deitadas. Aí é claro, sempre sai uma briga pois uma pegou o canto da outra, uma pegou mais almofada que a outra….

- A diversão que mais faz sucesso por aqui se chama: Livros ! Nenhum brinquedo com luzes, musica e movimento faz tanto sucesso quanto qualquer livrinho com desenho!

- Os filmes preferidos da Bruna são ; Carros e Bolt.  E a Manu ama a Pintadinha 3 ( claro!) e todos da série Baby Einstein, principalmente o Baby Newton! Ela é viciada!

- O suco preferido da Bruna é de Uva. A Manu toma até suco verde se deixar!

- A Bruna só come legumes se ela vê a Manu comer. A Manu comer qualquer coisa e ainda come tudo que sobra da Bruna! Por isso sempre coloco as duas na mesma mesa para comer assim uma incentiva ( ou desanima) a outra!

-  Aos sábados e domingos eu sempre dou macarrão no jantar para as duas. Fácil, rápido e não tem erro. No máximo vou mudando os molhos e combinações, é certeza que elas comerão tudo e eu me permito não passar um tempão tentando dar a comida sem sucesso.

- Aqui em casa consumimos 7kgs de laranja por semana! Familia viciada em suco!

- A Bruna toma Ninho Fortificado 3 a 4 x por dia,   e a Manu Aptamil Pepti 2x.

- A Bruna é ultra calorenta, sua a noite toda, é só estar um pouco mais quente que tenho que trocar a roupa dela toda vez antes de eu ir para cama.

- A Bruna e a Manu amam tomar qualquer remédio, e tomam sem reclamar até os de sabores ruins. Costumo dar todos em pipetas. Então é só elas verem uma pipeta que já abrem a boca e pedem mais. A Manu de tanto que precisa lavar o nariz com soro é só eu falar , Manu, vamos colocar o Salsep, ela já deita a cabecinha e fica esperando. Por sinal, remédio é algo que só cresce aqui em casa, já são 3 gavetas para a familia toda. Confesso que eu sou um pouco hipocondríaca como toda virginiana e levo praticamente uma mala de remédios cada vez que viajo com elas.

- Eu, Bru e Manu somos obsecadas por Panetone Bauducco, e tem que ser o com frutas mesmo. Aqui ninguém tira nenhuma frutinha ou uva passa e ainda as meninas disputam a frutinha verde cristalizada que todo mundo detesta.

- Bruna e Manu nunca tomaram uma gota de refrigerante e nem sabem o que é. Já eu sempre fui viciada em Coca Zero e não sei como, perdi esse vicio após o nascimento da Manu e hoje se tomo 3 latas por semana é muito.

- As duas detestam usar sapato, e tiram toda vez que entram no carro. Eu quase enolouqueço pois tenho que colocar nas duas todas as vezes antes de descer do carro. E em casa é só passar pela porta que já arrancam o sapato. Isso foi culpa minha que sempre deixei andarem muito descalças e se espelham na mamãe aqui que também ama ficar descalça pela casa.

-  Por mais que critiquem, eu dou sim balas e doces como recompensa muitas vezes! E nada como um pirulito para distrair a criança por um bom tempo!

- Já dormi algumas vezes com o moleton que levo elas na escola para ganhar mais uns minutinhos pela manhã!

- Confesso que não gosto muito de dar banho nelas pois até hoje não achei uma posição que não me quebrasse as costas ou que não me ensopasse inteira. É uma das tarefinhas diárias que tenho muita preguiça.

-Meu marido detesta rosa bebê e tons pastéis.Ele acha que as meninas ficam abatidas com essas cores e pior; não deixa elas vestirem nada em tons de rosinha quando saimos juntos. Já foram inúmeras vezes que eu vesti elas no final de semana e quando ele vê a roupa, manda trocar.

- Meu marido abomina chuquinha e maria chiquinha. É só eu fazer um chuca na Manu ou uma Maria Chiquinha na Bruna que ele tira imediatamente. A primeira coisa que ele fala: Coitada da Manu, se sair assim vão rir da cara dela!

- Quem toma banho no final de semana com elas é o pai. Ele fica um tempão com elas na banheira, assim já são 3 banhos tomados e a mamãe aqui é quem se vira para arrumar um tempinho depois para tomar banho. Além disso meu marido adora fazer espuma na banheira para brincar com elas e usa todos os shampoos da casa para fazer isso, inclusive os meus.

- Eu não sou fiel a nenhuma marca de fraldas, uso Huggies ou Pampers, a que tiver na farmácia ou a que tiver melhor preço é a que eu levo. Mesmo assim, tenho minhas preferidas e só sosseguei depois que testei todos os modelos dessas 2 marcas. Também vivo escutando do meu marido cada vez que faço ele me levar no Extra no final de semana para comprar a promoção de fraldas , compre 2 e leve 3, e que eu nunca consegui comprar. Meu marido fica doido toda vez que depois de ficar um tempão na fila de um hipermercado no final de semana, a caixa diz: Senhora, a promoção são para 3 pacotes iguais de fralda, mesma marca, tamanho e quantidade. O que é impossível achar naquela confusão.

 

E isso é só um pouquinhos do que aos poucos vou contando  aqui no blog!

E vocês tem alguma curiosidade de família para contar?

Comentários 13

12

15 setembro, 2013
Por Katia Ouang

Muitas de vocês me perguntam o que eu levo na bolsa quando saio com as meninas.
A maioria das mães de duas ou mais crianças reclamam do tamanho da sacola que tem que levar a cada passeio. E eu posso garantir que hoje a minha sacola para 2 crianças é bem menor do que quando eu saia só com a Bruna nos primeiros meses de vida dela. Lembro que  para ir até a casa dos meus pais eu levava praticamente uma mudança! Mas o tempo vai mostrando o que realmente precisamos levar, e o que é exagero.

É dificil eu sair de casa sem hora para voltar. Pois aos finais de semana, mesmo saindo e passeando bastante com elas , eu sempre volto para dar o almoço e jantar em casa e para tirarem o soninho da tarde.
Então fui aprendendo ao longo desses anos a levar apenas o que eu preciso.
Paciência se houverem imprevistos. Para mim o que importa é que não fiquem com fome ou com a roupa molhada.

Então abaixo eu vou mostrar o que já deixo pronto dentro da bolsa para qualquer saída e posso garantir que cabe dentro de uma sacola P ou frasqueira.

E dependendo do lugar eu complemento com o que for preciso; um casaco a mais, uma papinha, talheres, enfim. Mas esse é o básico que não pode faltar:

bolsa

 

Como são duas, algumas coisas sao de uso comum:

1) 1 cueiro : Sempre tenho 1 cueiro para caso precise trocar em algum trocador publico, possa forrar. Ou mesmo quando vou a parques. Já aconteceu muito de abrir o cueiro em um banco ou mesmo em um gramado e trocar a fralda por ali mesmo.

2) 2 fraldinhas de boca pequenas : a fraldinha eu sempre uso para limpar a sujeira de alguma comida, ou mesmo para secar as mãos, assoar o nariz, etc

3) 1 troca de roupa para cada uma delas – levo sempre uma legging e uma camiseta para caso aconteçam “acidentes” como deixar cair algo liquido ou vazar a fralda. Sempre escolho peças que consigo dobrar bem pequenas , sem ocupar espaço e que não amassem. Para a Bruna levo sempre 1 calcinha a mais.

4) 3 Fraldas para a Manu

5) 1 Fralda para a Bruna. E de preferência, a Huggies Pull Ups que é mais fácil de colocar e veste como calcinha. Ela já não usa mais fraldas para o dia, mas algumas vezes ainda pede para fazer cocô na fralda. Eu evito, mas se ela estiver muito apertada e não tiver banheiro por perto, não tem jeito.

6) Potinho com Bolacha. Sempre levo um pouco de bolachinha para elas. Antes eu levava 1 pacotinho de Club Social que quase não ocupa espaço e elas adoram. Mas agora com a possivel alergia da Manu, eu levo só as bolachinhas especiais, sem leite, e a Bruna come delas também.

7) 2 garrafinha de agua – Tenho sempre a mamadeira de água da Manu e a da Bruna separados.  Sempre escolho a menor mamadeira e o menor copinho, pois assim não ocupa muito espaço e não pesa muito na bolsa.

8) Lencinhos Umedecidos : Prefiro levar sempre o lencinho “Hora de Brincar” da Johnson´s pois além da embalagem ser metade do tamanho das embalagens comuns, é ótimo para limpar e higienizar rosto, mão e pés, pois tira toda a sujeira e ainda tem um cheirinho super gostoso.

9) Lencinhos de papel comum:  Papel é sempre útil para limpar e secar tudo. E também levo para usar como papel higienico para a Bruna.

10) 1 Pomada de assaduras em versão mini ou pequena. Muitas vezes ganho algumas amostras de pomadas que são otimas para levar na bolsa ou compro a bisnaga menor de hipoglós.

11) 1 frasco de alcool gel de bolso – sou viciada em alcool gel e tenho mania de limpar as mãos das meninas. Fora que o alcool gel também serve para desinfetar tampos de vasos públicos, trocadores e limpar cadeirões em restaurantes. Compro alcool gel de litro e vou enchendo os frasquinhos sempre que preciso.

Não coloquei na foto mas sempre levo também 2 chupetas para cada uma delas e na minha bolsa sempre tem band-aid e um mini frasco de água oxigenada! Assim quando se machucam ou caem, eu consigo pelo menos limpar o machucado.

Essa é a minha sacola para passeios curtos.

E vocês o que não pode faltar na sacola?

 

Comentários 8

8

29 agosto, 2013
Por Katia Ouang

Hoje eu vou começar uma série de posts sobre o “Terrible Two” , essa fase tão complicada da criança e que em média começa um pouco antes dos 2 anos e pode chegar ou até passar  dos 3 anos. Aqui em casa essa fase está no ápice. Não tem sido fácil lidar com as birras, malcriações e crises da Bruna, mas tento aprender a cada dia , entender, e fazer o meu melhor para conseguir educá-la.

Já há algum tempo queria falar da Orientace para vocês.

O trabalho que elas fazem é muito bacana, e acho que vale a indicação aqui no Blog.  A Orientace é uma empresa formada por um grupo de pedagogas especializadas em Educação Infantil que auxilia os pais nas dúvidas em relação à educação dos filhos.

É aquela “amiga” que você precisa para desabafar mas que também irá te ajudar e orientar. Pois o trabalho delas é ir até a casa dos pais, escutar as queixas , e orientar como lidar com isso. É um trabalho que eu não sabia que existia e que muita vezes com apenas uma consulta e um retorno você já consegue resolver alguma questão de rotina.

Vou contar na prática como foi aqui em casa.

Eu estava há algum tempo tentando desfraldar a Bruna . E quanto mais o tempo passava e ela ficava mais esperta, mais dificil ficava.Foi então que me indicaram o trabalho da Orientace.

Liguei lá e na semana seguinte veio uma pedagoga em casa. Eu contei todo o processo e todas as dificuldades que tinha com a Bruna. Ela me orientou, me passou algumas dicas e como aplicar isso no nosso dia a dia. Com essas dicas e junto com a escola, consegui tirar a fralda do xixi na semana seguinte.

Além disso a minha segunda queixa era como lidar com o ciúmes que a Bruna sente da Manu, mas apesar desse ser um problema não tão simples de resolver a curto prazo,  ela também me passou algumas sugestões que comecei a aplicar  e que ajudaram muito.

Depois de uns dias ela voltou a minha casa, conversamos sobre o que tinha melhorado, o que não funcionou, enfim…

O que acho interessante desse trabalho é poder resolver alguma questão pontual de uma maneira prática e com um profissional que vai até a sua casa e conhece “in loco” o que está de fato acontecendo. Então se você quer uma “mãozinha” para desfraldar seu filho, para fazer ele comer sozinho ou para amenizar as birras e chiliques ou mesmo para desabafar que não aguenta mais e que precisa de uma luz no final do tunel, você pode ter uma profissional para te ajudar.

Além dessa orientação na educação das crianças, a Orientace também tem mais alguns serviços super bacanas . Um deles é a Capacitação de Babás, que acho muito importante. Desde brincadeiras corretas à idade da criança que elas cuidam, a comportamento, rotina e segurança. Algo que super recomendo para as mães que optaram por babás ao invés de escolinha. Nada como ter em casa uma babá qualificada e que ajudará a estimular seu filho. Isso faz muita diferença!

E por último a Orientace possui cursos para crianças. São aulinhas de artes, brincadeiras cantadas ou movimento dadas na sua própria casa ou condominio.

Para saber melhor sobre cada serviço, basta acessar o site da Orientace ou entrar em contato com eles.

Um ótimo final de semana!!!

*K*

 

1 Comentário

1