6 maio, 2015
Por Katia Ouang

Incrível como um filho muda a mulher.

Características de nossa personalidade que nos acompanharam uma vida toda, são colocadas em questão quando reaprendemos a viver com a responsabilidade de cuidar de uma criança. Hoje, como mãe de duas meninas, muitas vezes não me reconheço em muitas das minhas atitudes.

Vejo o quanto eu mudei para me adaptar a vida de mãe. E espero que essa evolução não pare. Pois só me fez bem.

A maternidade transforma, amadurece e melhor do que isso, faz a mulher evoluir.

Eu era uma pessoa extremamente ansiosa, extremamente vaidosa, extremamente emotiva, extremamente tudo. E tive que aprender a lidar com os meus sentimentos de uma maneira muito mais equilibrada para poder passar isso para as minhas filhas.

Aprendi a ter mais paciência e disciplina,

a ser mais organizada,

a vencer a preguiça e o cansaço,

a me emocionar com coisas pequenas ,

a tentar lidar com os medos e inseguranças,

e o mais importante, aprendi a entender melhor a minha mãe.

 Ser mãe é uma evolução constante. E é isso que serei quando minhas filhas crescerem; uma pessoa bem melhor!

#mãeparasempre

Feliz Dia das Mães!

 

 

 

 

1 Comentário

2

5 maio, 2015
Por Katia Ouang

Capturas de tela79

Não sei se vocês já repararam, mas raramente eu mostro as meninas brincando com algum brinquedo caro, eletrônico ou cheio de tecnologia.

Não que eu seja contra, longe disso. Mas acho que os Ipads já dão conta de ocupar boa parte da atenção dos nossos filhos. Inclusive já me posicionei sobre o uso moderado na rotina das crianças. Acho importante encontrar um equilíbrio pois não podemos privar nossos filhos de uma tecnologia que faz e fará parte da vida deles , mas também  não podemos condicionar o a rotina deles a esses aparelhos.

As meninas assistem bastante televisão  ( lógico, dentro de um bom senso), e o Ipad eu permito por um tempinho  sempre supervisionado por mim.

Mas o propósito desse post é contar um pouco de como eu consigo brincar e estimular de uma maneira simples e inteligente.  Sem depender de comprar o ultimo lançamento da Barbie ou o Castelo da Elsa que toca música. Mesmo porque, não tenho o mínimo prazer em gastar com esses brinquedos que além de quebrarem e perderem peças, custam caro e ainda ficam sem pilha. Basta ter aquela caixinha com os parafusinhos para eu nunca mais colocar uma pilha e o brinquedo ficar encostado.

Vou citar alguns brinquedos e brincadeiras para ter em casa que cstimulam a concentração e criatividade e que cabem no bolso de todas as mães. Acho importante a criança poder se virar com o que temos para oferecer e não passar o dia todo pedindo ou desejando um brinquedo novo. Assim como acho importante não ocupá-las o dia todo com atividades, cursos e brincadeiras. A criança tem que aprender que tem hora para tudo e que em alguns momentos não terá nada para fazer. E que com isso pode ficar quietinha um pouco ou fazer sozinh algumas dessas atividades abaixo .

Quebra Cabeças – Esse eu cito sempre como a atividade número 1 para estimular seu filho. Vocês veem com uma certa frequência fotos da Bruna no Instagram montando quebra cabeça e a evolução dela no número de peças. Para ela que é uma criança super impaciente e afobada, o quebra cabeça é um desafio enorme de concentração. É um tempo que a criança aprende a ficar sozinha, observar, pensar e ainda estimula a coordenação motora. E para nós pais é ótimo saber que podemos relaxar um pouco nesse momento.Quebra Cabeça é um brinquedo barato, fácil de encontrar e que você pode carregar em um saquinho e levar para qualquer lugar.

 

 

Blocos de Montar – Bloquinhos tipo Lego , digo “tipo” pois não precisa ser necessariamente Lego, tem dezenas de marcas mais baratas e que atendem perfeitamente. Os bloquinhos permitem variedades de brincadeiras que a imaginação da criança quiser.  Sempre brinco com elas de quem vai fazer a maior torre sem deixar cair, quem junta mais blocos da mesma cor, constrói castelos, enfim…. E como esses blocos são padronizados em tamanho em encaixe, você pode aumentar a quantidade que tem em casa aos poucos.

 

 

Atividades Artísticas – Essas são as que eu mais amo. Não apenas por gostar de coisas criativas, mas também por ver o quanto as meninas gostam e se divertem. Ter em casa papéis variados ( de preferencia grandes, para colocar no chão mesmo) e tinta, caneta, cola, purpurina, recortes, lantejoulas, botões, fitas e afins sempre permite atividades que estimulam a criatividade e concentração. Já virou rotina passar em lojas tipo Kalunga para fazer um ” estoquinho” de coisas que ocupam as meninas. Muitos pais não gostam que os filhos façam sujeira em casa ou tem medo que pintem ou estraguem alguma coisa. Mas a minha dica é; ache um local onde você possa forrar o chão, coloque roupas velhas e deixe seu filho se divertir. Aos poucos as crianças vão entendendo que o lugar de pintar é ali, e que não podem sujar outros lugares. Por isso compre sempre tintas e canetinhas laváveis!

 

 

Massinha – Outro item que não pode faltar por aqui. A massinha é um elemento que estimula a coordenação motora e a criatividade. Vejam algo que vocês tenham em casa como palitinhos, canudos, potinhos e forneça para as crianças brincarem.

 

Cozinha – Outra brincadeira que as crianças amam! Se tiverem panelinhas e pratinhos delas pode usar. Se não, nada que uns copinhos e pratinhos de plástico não resolvam. Pegue um pouco de arroz, milho, feijão, macarrão ( tudo cru) e dê para as crianças brincarem.

Tarefas domesticas – Por incrível que pareça, as meninas amam e ajuda a ensinar desde cedo como dá trabalho limpar e organizar uma casa. Sempre dou um pano úmido para cada uma e peço para ajudarem a passar nos móveis. Você não imaginam a alegria!

Brincar no chão com fita crepe. Para as meninas, fazer uma amarelinha. Para os meninos , um circuito para carrinhos. Não tem quem não goste!

 

Essas são algumas das atividades que faço com as meninas em casa. Elas também adoram ver livros e brincar de cabana !

Conforme eu for lembrando de outras monto um novo post !

E vocês, costumam brincar com seus filhos?

 

Deixe um Comentário

3

30 abril, 2015
Por Katia Ouang


Quando fui chamada para participar das ações da Campanha Baby Dove fiquei super feliz não apenas por eu usar os produtos, mas também por fazer parte de algo que a marca preza tanto; Mães Reais.

E que mãe de primeira viagem nunca se desesperou para fazer a primeira sacola de passeio do bebê levando a casa toda e parecendo uma mudança?

É claro, normalmente mãe prefere sempre pecar pelo excesso do que pela falta. E isso é muito  comum em toda a rotina nova com um bebê.

Mas como tudo na vida, aos poucos a rotina vai entrando nos eixos e percebemos que boa parte do nosso exagero é por falta de experiência mesmo.

Me lembro como se fosse ontem a primeira saída da Bruna de casa. O tradicional almoço aos sábados na minha mãe!

Mal cheguei e logo veio a indignação; “ Você veio almoçar ou passar a semana” ?!

A sacola era maior do que a cadeirinha com a própria Bruna.

E o que tinha dentro? Umas 20 fraldas descartáveis, pomada, cueiros, fraldinhas ( digo “inhaS) de ombro, de boca, umas 5 trocas de roupa, pomada, algodão  e até uma mini garrafa térmica com agua morna para as trocas de fralda. É aquela velha história de mãe;  #vaiqueprecisa #quemnunca

Pensando nisso a Baby Dove além de ter todos os produtos para higiene que uma mãe precisa, tem também uma sacola super prática, no tamanho ideal para que a gente consiga se organizar sem exageros e que possa carregar com praticidade.

A sacola só pode ter sido pensada por uma mãe, já que tem as divisões perfeitas para deixar tudo organizadinho e separado e em um tamanho perfeito. Divisões são tudo na vida de uma mãe pois ajuda muito a não misturar os itens.

E essa sacola sem exageros, tem divisão para tudo!

Eu ganhei a sacola com todos os produtos e estou usando para a Bruna ir na natação. Ela já sabe onde fica o shampoo, o condicionador, o sabonete, hidratante e a colônia.

 

 

Capturas de tela75

 

A bolsa vem com shampoo, condicionador, sabonete líquido da cabeça aos pés, sabonete em barra, loção e colônia, além de um trocador super prático.

Já pensaram em melhor opção para presentear aquela amiga futura mamãe?

Em um presente só você já ajuda essa mamãe a entender quais os produtos que ela vai usar em sua rotina e qual tamanho de bolsa que ela pode sair, levar tudo, sem fazer uma mudança.

Posso garantir que o tempo é o melhor amigo para tudo. Até para a maternidade!

Aos poucos a mãe vai entendendo o que o filho precisa pois a segurança aumenta e o tamanho da sacola vai diminuindo na mesma proporção.

Baby Dove, para as mamães reais!

 

Beijos e um ótimo feriado!

*K*

 

 

 

 

Deixe um Comentário

1

28 abril, 2015
Por Katia Ouang

 

Devido ao sucesso do post ” O que me deixa louca na maternidadeParte I e II, resolvi fazer mais uma parte. E pelo decorrer das coisas em casa, acho que esse não será a último não, ainda vem mais posts sobre isso aqui no blog!

O terrible two está forte na Manuela e ainda não acabou na Bruna. Então vocês podem imaginar como eu fico doida as vezes. A Bruna é manhosa e mimada , mas mais tranquila para negociar. A Manu é uma criança bem resolvida; independente, topa tudo, mas se ficar nervosa, aí parte para ignorância e não tem conversa.

Com isso relacionei mais uma série de coisas que me enlouquecem na rotina como mãe e que com certeza vocês vão se identificar. Começando com a top que não sai da minha lista:

– Acordar muito cedo! Meu Deus, será que alguém pode explicar para essas meninas que é tão bom dormir até mais tarde… Essa de que         ” com o tempo a gente acostuma” não rolou comigo. Depois das 7 eu me arrasto, mas sei que é normal. Mas quando essas meninas resolvem acordar as 6 ou até antes disso, preparem-se para ver uma pessoa que não consegue achar graça nenhuma , e mesmo elas vindo carinhosas e cheias de energia, a única coisa que passa pela minha cabeça é falar; voltem para a cama, pelo amor de Deusssssssssssss!!!

– Limpar os ouvidos: Sinceramente, estou quase tirando essa função da rotina de higiene das meninas. É começar uma guerra toda vez que elas me veem com um cotonete na mão. A Bruna com muita negociação ainda consigo limpar um pouco. Mas a Manu, só depois que dorme e mesmo assim, se ela acordar, sai de perto.

– Sumir com as minhas canetas. Montei uma estação de trabalho na minha casa e sempre deixo um porta lápis com canetas e post-it para anotações. Parece que mesmo tendo todos os lápis e canetinhas possíveis, elas querem usar a minha velha e boa  BIC azul. Basta eu comprar novas ( toda semana), colocar no porta lápis, que aciona um sensor e elas pegam, escondem e perdem. Pois nunca vi perderem tanta caneta. Elas simplesmente desaparecem de casa.

– Colocar para dormir. Sim, esse item já apareceu no post parte I. Mas se eu já não tinha muita paciência quando era só a Bruna, imagina agora que são duas e que dormem no mesmo quarto. Tenho que por uma de cada vez pois a Manu só dorme com luz apagada, porta fechada e história ( ainda bem que aquela do sorvete ainda funciona bem por aqui – veja post) e a Bruna com porta aberta, luz do corredor acesa e sem barulhos. Eu mereço! Já tentei otimizar colocando as duas ao mesmo tempo, mas é pior.

-Brigas entre elas. Na maioria das vezes causada pela Bruna que quanto mais cresce, mais ciumenta fica. O problema é que aí ela provoca a Manu e essa não deixa barato. Resolve revidar e bate, arranha, não tem medo. A questão é que elas decidem fazer isso no carro quando eu estou dirigindo, quando eu tento falar com alguém no telefone, quando encontro alguma amiga, na porta da escola… e aí eu tenho que me conter e tentar amenizar de uma maneira pacífica, algo impossível.

– Dar banho no vestiário da natação. Se tem algo que me irrita é ter que dar banho em um lugar que não seja nossa casa. Fora que o chuveiro é daqueles que a criança fica mais alta e que facilita para a nossa coluna , mas acabo tomando um banho também e saio de lá encharcada. Já preferi dar banho em casa mas cheguei a conclusão que é melhor trazer ela já pronta para jantar.

– Quando me xingam ou falam algum palavrão. Sim, nós tentamos a todo custo evitar que nossos filhos tenham contato com palavras inadequadas. Mas não adianta, eu mesma quando fico fora de mim acabo falando o que não devo. Mas agora elas aprenderam a falar ” Sua Chata” “Sua Boba” e usam alguns termos que me deixam louca. Vocês que tem filhos no terrible two e estão achando difícil a fase de birras, vão ver quando te xingarem a primeira vez. Nada que me enlouqueça mais que isso.

– Levar as meninas comigo na Padaria. Vira e mexe eu acabo na padaria para comprar pão ou algo que faltou em casa pois fico com preguiça de ir no supermercado. Mas é só por os pés lá que começa; Mãe me compra um sorvete? Mãe me compra um pirulito? Mãe me compra a padaria inteira? AAAAAAAAAAAAH ! O pior é que basta falar não para se jogarem no chão ou pegarem alguma bala do balcão e saírem correndo falando que não vão devolver.

 

Ufa, por hoje está bom não?!

Com vocês também é assim?

E me acompanhem no SnapChat ( minhasdikas), estou adorando poder mostrar um pouco mais do meu dia de uma maneira mais informal!

1 Comentário

4