13 janeiro, 2010
Por Katia Ouang
Além de ser uma das cidades mais bonitas do mundo, Paris também lidera no quesito Patisserie. Em qualquer esquina é possível encontrar vitrines com doces que parecem uma obra de arte. E não são apenas bonitos, são deliciosos. Também é possível comer sobremesas divinas em qualquer Brasserie ou  Café. Os meus doces preferidos são eclairs que podemos encontrar em vários sabores  e a Tarte Tatin, a torta de maçã. Fotografei um pouquinho do que vi e achei bonito para vocês darem uma olhada.

Destaque para os Macaroons da Ladurée. Os bolinhos crocantes por fora e macios por dentro viraram febre. Vale a pena enfrentar a fila que inevitavelmente você encontrará na porta de qualquer Ladurée de Paris para comprar um saquinho com mini macaroons. Você pode escolher 1 de cada sabor para poder provar e escolher o seu preferido. O meu foi o de café! Se estiver com mais tempo, sente no salão e se perca no enorme cardápio de doces que esse lugar oferece. Uma delicia para tomar com um chá em um dia mais frio e uma excelente opção para presentear pois as embalagens são lindas!
Algumas Patisseries imperdíveis: Lenôtre, Ladurée , Fauchon, Pierre Hermés , Angelina, entre outras!

Para ficar com água na boca!
.
(fotos arquivo pessoal)

Comentários 2

0

9 janeiro, 2010
Por Katia Ouang
Para quem gosta de curtir uma viagem sem pressa e fugir de lugares lotados e turísticos, a dica é o restaurante Estufa Real em Lisboa. Se o dia estiver bonito, vale muito a pena. Um pouquinho mais afastado do centro, fica localizado no Jardim Botânico da Ajuda em uma área verde linda onde pavões coloridos e albinos circulam livremente e o único barulho que conseguimos ouvir é o dos passarinhos. O restaurante é uma antiga estufa do século XVIII com atendimento e comida impecáveis.
Deixe um Comentário

0

5 novembro, 2009
Por Katia Ouang
Quem estiver com viagem marcada para a região da Costa Amalfitana na Itália, não pode deixar de conhecer o Restaurante La Conca del Sogno. Fica em Nerano, em uma praia de água turquesa com uma área exclusiva de solarium com cadeiras e mesas. Ou seja, além de almoçar maravilhosamente bem, você pode aproveitar o dia tomando sol e dando um mergulho no mar. O acesso pela estrada não é muito fácil pois você anda um bom tempo por uma estradinha estreita e mal sinalizada, mas é só seguir as placas para Massa Lubrense e perguntar pelo restaurante pelo caminho. Para quem estiver em Sorrento ou Positano, é possível chegar em aproximadamente 1 hora.( No mapa acima dá para ver a localização). Muita gente prefere ir de barco. É possivel alugar um na praia de Positano no quiosque de turismo e ir pelo mar. É só marcar com o barqueiro de deixar e depois buscar. Muitos barcos vem de Capri só para almoçar em Nerano de tão boa que é a comida e o clima do local. Sem dúvida peça por pratos com frutos do mar que são super frescos e pescados quase que na hora.
Paraíso!!!
.
Deixe um Comentário

0

20 outubro, 2009
Por Katia Ouang
Capri é uma pequena ilha localizada na baía de Napoles, na Italia. A ilha tem aproximadamente 10Km² de area, portanto é possível conhecer todos os principais pontos em uma viagem de 2 a 3 dias. Para chegar em Capri é possivel pegar um barco em algumas das principais cidades da Costa Amalfitana como  Napoli, Positano e Sorrento. Através do link: http://www.capri.net/en/ship-timetable é possivel checar os horários e preços do barco. Recomendo fazer o trajeto durante o dia pois a chegada pelo mar esverdeado e a vista dos enormes Faraglioni valem a pena.
Para quem curte, a minha dica é alugar uma scooter pois é a melhor maneira de se locomover na ilha sem gastar muito. Um passeio bacana é ir de scooter até Anacapri curtindo o visual de cada mirante no caminho. Nós arriscamos subir no teleférico ( que sobe absurdamente alto) e não nos arrependemos. Apesar de ser um programa meio turista, a vista de lá de cima é de tirar o folego e propicia fotos incríveis ( como esta à esquerda). Na volta siga as indicações para a gruta azul e ao final do caminho você vai encontrar um lugar chamado Club Nettuno, que fica bem em cima da entrada da gruta e voce pode almoçar em cima do mar. Vá ao restaurante Trident pois o club é uma mistrura de pool, fitness,  bar e restaurante. O risotto al limone é maravilhoso.
A principal atração da ilha é a famosa Gruta Azul. Dezenas de barcos turísticos fazem o passeio para quem quer conhecer. Recomendo alugar um barquinho só para você e as pessoas que estiverem viajando junto, pois não sai caro e você foge daqueles programas de turista, além de poder parar para dar um mergulho. O gozzo é o famoso barco a motor de Capri. Custa aproximadamente 150 Euros o barco por 2 horas de passeio. Peça ao barqueiro para dar a volta na ilha e mostrar não só a gruta azul, como a branca e a verde que são as mais bonitas. No trajeto de volta desça no Beach Club La Fontelina. É um restaurante com uma área para tomar sol bem em frente aos Faraglioni. Você pode alugar cadeiras e guarda-sol e passar um dia maravilhoso curtindo um visual incrível e ainda terminar com um almoço  típico caprese. Peça a sangria. A jarra é enorme e vem cheia de frutas, uma delícia. O restaurante possui um barco que te leva de volta a Marina onde voce pode tomar um táxi.
Para jantar o Da Paolino é uma das melhores opções da Ilha. Principalmente pelo ambiente que é super agradavel e fica embaixo de uma plantação de limões enorme ( foto do teto do restaurante ao lado). O cheirinho é uma delicia e tem vários pratos com esse ingrediente. O restaurante é cheio de gente bonita e o Lemoncello típico da Ilha é cortesia da casa !! O melhor; considerando estar em uma das ilhas mais badaladas da Europa, o restaurante tem um custo benefício excelente. Não conheço quem tenha ido e não tenha amado!

Para quem curte comida italiana, o Da Gemma é imperdível. Fica em uma travessinha bem escondida que sai da Piazzeta no centro, é uma típica cantina caprese, daquelas com presunto e provolone pendurados no teto. Mas a comida é irresistivel. O prato de queijos de entrada e o tradicional spaghetti à bolognhesa  foi o melhor que já comi na viagem.

Plus : Comprar uma rasteirinha com pedras, tomar um bellini no terraço do hotel Quississana, passear pelas lojas da Via Camerelle, tomar um sorvete italiano na Piazzeta, andar nos taxis conversíveis da Ilha, tirar uma foto do pôr do sol.

Fotos Arquivo Pessoal
Comentários 6

0

7 outubro, 2009
Por Katia Ouang
Hoje o post é sobre restaurantes em Barcelona. Este primeiro com dicas da minha irmã que está morando lá e conheceu vários lugares bacanas que só quem vive na cidade acaba descobrindo.

BAR VELODROMO. Um dos estabelecimentos mais característicos da cidade, é uma excelente dica para disfrutar de tapas e pratos da tradicional cozinha catalã. Inaugurado em 1933, o bar passou por uma reforma recente mas alguns de seus elementos originais caracteristicos de época continuam conservados, o que faz do lugar um charme para sentar e papear por horas a fio. Muitíssimo bem frequentado, foi o bar da moda dos anos 80 e 90. Ali aconteceram diversas reuniões politicas e ficou conhecido como o ponto de encontro de intelectuais bacanudos da cidade.
Sinceramente para nós que estamos morando aqui, a frequência indifere um pouco, o que mais vale é o charme do lugar e esse nos encantou logo de cara. Um estilo meio retrô. Se comparado à SP, um Astor com toques da Lanchonete da Cidade. Quem gosta desse estilo vai amar!
Recomendo um pout porri de tapas ( croquetes de pernil ibérico, patatas bravas, bombes de la barceloneta, pan com tomat…. Tudo nota 10!) com Moritz- BTW a cerveja “ proprietária”da casa!
*******************
TAPAS 24
Tradicionalíssimo para ir a qualquer hora, é uma dica com o “gosto” e o charme da cidade, imperdivel! Sentar-se no balcão aqui é um privilégio, pois as tapas são preparadas ali mesmo, e além de curioso são de dar água na boca. Apesar de estar na esquina da Paseo de Gracia, não se assemelha em nada aos restaurantes para turistas da área. Muito pelo contrário, está sempre cheio de locais, normalmente com espera para sentar. Mas não desista, a fila gira super rapido, e com uma Moritz geladinha enquanto espera nem dá para ver o tempo passar.
Os atendentes são super simpáticos, vale a pena seguir as recomendações tipicas da casa e tapas do dia. Recomendo os deliciosos “ous estrellats al gust”, que são batatas fritas cobertas de ovos fritos e o que mais quiser adicionar ( jamon, bacon), um verdadeiro crime para o colesteroll, porém imperdível. O bikini ( tostex de muzzarela com jamon) vem com um toque de trufas delicioso, e não pode faltar o tradicionalissimo pan con tomat, eu que sou fã achei um dos melhores da região!
********************
EL JAPONES . Este é uma boa opção para quem não vive sem uma boa alternativa de restaurante japonês. Moderno e super agradável fica numa ruazinha deliciosa entre a Paseo de Gracia e a Rambla Catalunya.
Comida ótima, nada comparado com o nosso finissimo corte brasileiro, mas peixes de excelente qualidade.
Vale a pena provar os enrolados com foie de pato e os guiozas também são especiais.
Como sobremesa creme de mascarpone envolto em uma massinha fina de chocolate, delicioso!
Uma critica ao vinho… falta opção, só servem o vinho da casa, e o vinho branco no caso deixou um pouco a desejar.
******************
CUINES DE SANTA  CATERINA
Em pouquissimo tempo já foi eleito um dos nossos preferidos daqui!
O restaurante fica ao lado ( praticamente dentro) do Mercat de Santa Caterina e os pratos são fresquissimos preparados com ingredientes do próprio mercado. Você pode sentar-se no balcão ou numa das mesas coletivas. O ambiente é super informal mas com o charme bem tipico da região.O cardápio lembra um grande jogo da velha dividido por ingredientes; Oferece alternativas vegetarianas, mediterrâneas, e asiáticas. Porém, diferente dos restaurantes que têm um pouco de tudo e não são bons em nada, as pedidas aqui são todas excepcionais. Um painel luminoso em cima dos balcões também indica os pratos do dia e sugestões.
Os pratos chegam sem ordem definida, não existe entrada ou prato principal, aqui vale misturar um pouco de tudo;
A salada com queijo de cabra gratinado é deliciosa. O sushi spicy de atum é digno de uma boa cozinha japonesa, e os calamares a la plancha não podem faltar! Para quem gosta de frutos do mar, o arroz com os gigantescos bogavantes daqui é um prato cheio!
As sobremesas são preparadas numa mesa exposta no salão, o que contribui para dar água na boca, tudo ultra fresco, provamos o cheesecake e o chocolate com mascarpone.
Tudo isso acompanhado de um delicioso Riscal Reserva. O Marques de Murrieta é uma excelente opção: leve para acompanhar todas essas diversidades e com um preço super acessivel.
By Marcela Ouang

1 Comentário

0

14 setembro, 2009
Por Katia Ouang
Conhecida como a “capital mudial das baladas”, Ibiza também é um excelente destino para quem quer curtir o dia, ver praias maravilhosas e restaurantes excelentes.
Nesse post vou falar de alguns lugares para comer na ilha.

Um lugar que adorei foi o Beach Club Blue Marlin (http://www.bluemarlinibiza.com/)

Localizado na Cala Jondal, parte sul da Ilha, tem um visual bem diferente do que estamos acostumados; praia de pedras, com um paredão enorme e árido, e um mar forte bem azul contrastando. O Blue Marlin fica bem no final da praia e é um restaurante-bar com puffes e cadeiras para passar o dia. O ideal é chegar cedo, principalmente na alta temporada pois lota. Tem Dj o tempo todo tocando lounge e house. É gostoso passar o dia na praia e depois almoçar por lá mesmo.
Para jantar em um ambiente bacana com bar e música, o El Ayouhn é super animado. O restaurante tem decoração e cozinha oriental. Para quem preferir, há uma sala exclusiva para Sushi bar. E o sushi é excelente!! O bar com pista fica bem cheio e animado um pouco mais tarde. Boa escolha para quem quer uma baladinha light ou mesmo para quem vai emendar em uma das baladas de Ibiza depois. http://www.elayoun.com/index.html

Para comer sem tanto agito e balada, Dalt Vila é o maximo. É o centro antigo de Ibiza onde você entra por uma ladeira enorme, e atrás das grandes muralhas de pedra existe uma vilinha super charmosa com restaurantes e bares. Ficam um ao lado do outro. É uma graça. O La Oliva é uma delícia para quem quiser uma indicação. Mas atenção; o acesso não é muito fácil pois como não entram carros, você tem que estacionar no centro e ir a pé. Por isso mulheres, cuidado com o salto!

Deixe um Comentário

0

5 setembro, 2009
Por Katia Ouang
Formentera é uma das ilhas Baleares que fica a apenas 40 minutos de barco de Ibiza. É parada obrigatória para quem está nessa região, e com certeza um dos lugares mais bonitos que já visitei.
O azul da água nunca vi parecido, é tão forte que parece artificial. E a areia é tão branca que contrasta com a cor do mar parecendo uma pintura. Realmente imperdível !
Para quem não tem muito tempo, é possível conhecer e curtir a ilha em apenas um dia. O ideal é ir cedo. Pela Marina de Ibiza, saem barcos a cada meia hora.
Na Marina de Formentera há várias lojas de aluguel de scooter, quadriciclo ou carro. A melhor opção é a moto ou quadriciclo, pois você pode curtir o clima da ilha e admirar o lindo visual ao longo do caminho, além de poder estacionar em qualquer lugar.
Leve uma sacola ou mochila com toalhas e garrafinha de água, pois em alguns lugares a praia fica realmente deserta, e Formentera não tem a mesma estrutura de Ibiza.
Ah, não se assuste caso encontre pessoas totalmente sem roupa nas praias. Não apenas o topless mas o nu total é permitido!
Com a moto, siga as indicações para Ses Illetes, a estradinha leva para as praias que são facilmente vistas de qualquer canto da ilha. Pedir uma indicação em qualquer restaurante de como chegar na ponta da ilha onde a areia avança o mar formando uma ponta de praia com mar dos dois lados. É deslumbrante. (abaixo ponta da praia com mar dos dois lados)
Para almoço recomendo o restaurante Juan Y Andrea. http://www.juanyandrea.com/es/index.html . As mesas ficam pé na areia e a comida é muito boa. A sangria de vinho branco é uma boa opção de bebida para acompanhar frutos do mar que é a especialidade do restaurante.  ( abaixo geral do restaurante e  a vista do restaurante para a praia).
( fotos arquivo pessoal)

Deixe um Comentário

0

4 setembro, 2009
Por Katia Ouang

O Pub The Westbourn  (http://www.thewestbourne.com/) , na Westbourn Park Road, fica em uma rua super charmosa e lota de londrinos aos domingos no final da tarde. As pessoas ficam em pé na rua tomando o tradicional Pimms. Eu não conhecia essa bebida e adorei.

O Pimms nº 1 é uma espécie de licor feito de gin e frutas que misturado a soda, limão, folhas de hortelã e muito gelo, se transformam na bebida típica de verão dos Ingleses. É como uma sangria que você pede em jarra.

A alguns passos desse pub, no nº 137, e para terminar muito bem o domingo, encontra-se uma pizzaria muito charmosa, The Oak ( http://www.theoaklondon.com/). O ambiente é bem rústico e super aconchegante. Por incrivel que pareça, a pizza de massa fina é excelente e supera qualquer expectativa de se comer uma boa pizza em Londres.

Deixe um Comentário

0

3 setembro, 2009
Por Katia Ouang

Cascais é uma pequena cidade que fica a apenas 1/2 hora de Lisboa. Além do centrinho super charmoso e das ruas pequenas com lojas e restaurantes, fica também em Cascais a famosa Boca do Inferno, que é uma paisagem linda que pode ser vista através da estrada e de mirantes.

É incrível a erosão que o mar causou nas falésias criando grutas e buracos enormes. ( foto abaixo – vista da Boca pela estrada )
Nessa mesma estrada da Boca , acabamos descobrindo um lugar muito charmoso que se chama Casa da Guia. É um complexo de lojinhas e restaurantes , em cima de uma falésia, com uma vista maravilhosa para o mar. Tem restaurantes para todos os gostos, mas nós optamos pelo “Prazeres da Carne” http://www.prazeresdacarne.com/  principalmente pela area de mesas externa onde a vista é deslumbrante. Você pode almoçar praticamente em cima do mar. ( foto abaixo – geral do terraço)
Vale a pena esperar por uma mesa no  terraço caso só exista na parte interna. A comida é muito boa e o camarão com  molho de manga é um daqueles pratos que não vou esquecer tão cedo.
E para quem gosta de uma caipiroska e não consegue achar pela Europa, este é o lugar. A famosa Ananoska , ou caipiroska de ananas,o abacaxi deles, é muito boa e não deixa nada a desejar. ( á direita, Ananoska e a vista da mesa)
Deixe um Comentário

0

2 setembro, 2009
Por Katia Ouang
Lisboa tem um monumento que acho incrível , O Mosteiro dos Jerônimos.
Em meio a tantas igrejas e monumentos na Europa, esse foi um dos que mais me impressionou com certeza.
O Mosteiro, que desde 2007 é considerado uma das 7 maravilhas de Portugal, foi construído em 1501 e finalizado quase um século depois.Constituído de Claustro e Igreja vale a pena a visita. O Claustro é de uma beleza e paz indescritível, e a igreja de uma imponência de tirar o folego.
( acima geral do Mosteiro, a igreja, o claustro –  arquivo pessoal)
Após a visita ao Mosteiro , na mesma rua, estão os famosos Pastéis de Belem, também parada obrigatória para quem visita Lisboa pela primeira vez.
O lugar é lotado, antigo, e difícil para conseguir uma mesa, mas mesmo assim vendem mais de 10 mil unidades por dia, e há quem peça dezenas desse doce em uma única visita. Eu provei mas sinceramente, não é dos doces que mais me atraem. De qualquer maneira vale a parada.  
  
Para comer em Lisboa, minha dica é o Restaurante XL (Calçada da Estrela, 63).
Pouco conhecido no circuito turístico, o restaurante pequeno e aconchegante, tem uma carta de vinhos enorme e um cardápio bem variado, de comida portuguesa, carnes e peixes, aos famosos e deliciosos Soufles. O de Espinafre com queijo é divino. Excelente custo benefício.
Para quem curte um ambiente bacana vai a dica; Bica do Sapato (http://www.bicadosapato.com/)
O restaurante é bem moderno e agradável e fica em frente à LUX, que é a casa noturna mais badalada de Lisboa para quem queira dar uma esticadinha.
O restaurante Kais ( http://www.kais-k.com ) na beira do Tejo foi um lugar que também me chamou muito atenção.

É uma boa pedida para um jantar a dois. Em um antigo armazém restaurado, o restaurante tem uma abientação incrível com pé direito altíssimo e muitas velas. Considero um dos mais bonitos de Lisboa.( foto ao lado )


Para quem quer gastar um pouco mais, o Eleven (http://www.restauranteleven.com/)  é dos melhores restaurantes de Lisboa. De arquitetura e serviço impecáveis, é bem formal, achei a iluminação clara demais e musica ambiente baixa, realmente para quem quer comer bem e desfrutar de uma das vistas mais bonitas de Lisboa . Prepare o bolso.

As principais marcas de luxo se encontram na Av. da Liberdade. Essa Avenida é bem grande e mistura lojas, restaurantes e hotéis. É um excelente ponto para ficar hospedado pois de lá é muito fácil ir a pé ao Chiado, o bairro mais gostoso para passear e tomar um café. No Chiado encontram-se várias lojas ( tem até uma Osklen lá !) e algumas marcas mais acessíveis como H & M  e Zara. Vale uma visita a Fnac de lá pois é uma das maiores que já fui.

 

Deixe um Comentário

0