10 março, 2015
Por Katia Ouang

Há alguns dias foi dado um alerta sobre a dengue e uma possível mutação que traria uma doença muito mais forte e agressiva. Eu mesma recebi esse áudio e desde esse dia, passei a aplicar repelente diariamente nas minhas filhas. O problema maior é que o áudio indicava apenas o repelente Exposis como eficaz para nos proteger do tal mosquito.

Obviamente essa marca desapareceu das prateleiras das farmácias no mesmo momento.

Ontem a noite eu estava em uma busca insana por esse repelente ( que já uso nas meninas faz tempo ), mas em todos os sites que entrei, estava esgotado.

Porém o bom dessa busca é que cheguei a um texto do Pediatra Jairo Len que além de ter me esclarecido muito sobre a dengue, ainda trouxe uma explicação bem clara sobre o uso dos repelentes e as marcas que são eficazes.

Vale o alerta para as mães para  não esquecerem de proteger não apenas as crianças, mas nós adultos também. Meu pai foi diagnosticado com dengue há 2 dias e esta em tratamento. E ele, que mal sai de casa, não entende onde possa ter sido picado pelo mosquito. Ou seja, eles estão por todos os lados.

Recomendo a todos lerem esse texto. E quanto ao repelente, o Dr. Jairo deixa claro que são as substâncias presentes que protegem. Basta ler no rótulo se o repelente possui uma delas. Repelex, Off , Autan e outros também funcionam desde que sejam usados corretamente e reaplicados.

 

deet

 “Após circular um áudio (falso, spam) sobre a mutação da dengue e dos mosquitos, houve um pânico geral sobre a doença e o uso correto de repelentes de insetos.
O áudio é muito mal feito, a meu ver, mas serviu para alertar sobre algo importante, que é o uso dos repelentes… 

Vamos lá: a dengue continua a mesma, nada de mutações. Uma doença viral que pode ter suas complicações. Já escrevi sobre dengue no blog, vamos falar hoje só sobre repelentes.

Existem vários tipos de repelentes, desde os naturais (sabidamente ineficazes por longo tempo) como os químicos, que são os mais indicados
“Felizmente” os norte-americanos também sofrem com mosquitos, por lá transmitindo doenças como a febre do Nilo, doença de Lyme e a febre das montanhas rochosas: por isso, há pesquisa e recomendações bem claras sobre o uso de repelentes.

Por lá e por aqui, no Brasil, temos DOIS tipos de produtos recomendados e eficazes:
– o DEET – comercialmente conhecidos como Off, Autan, Repelex, entre outros
– a Icaridina (ou Picaridina) – vendido com a marca Exposis.

Ambos são eficazes contra os mosquitos que transmitem dengue e febre chikungunya.

Portanto, primeira dúvida respondida: os dois produtos podem ser usados para proteger contra dengue.

Segunda dúvida importante: qual é a idade mínima? Há recomendações da ANVISA, que em geral só libera o uso a partir dos 2 anos de idade, alguns deles a partir dos 6 meses de vida.

A Academia Americana de Pediatria libera o uso de DEET e Icaridina a partir dos 2 meses de idade. “Tem certeza?” (essa é a terceira dúvida…). Sim…sim…
Neste artigo, em inglês, as recomendações da Academia Americana de Pediatria.
Eu, particularmente, recomendo que até os 6 meses de idade só utilizemos repelentes em casos de extrema necessidade. Nesta faixa etária a proteção de barreira é mais importante e segura.

Como aplicar? Algumas regras e dicas.

O modo de aplicar também é importante, deve ser cuidadoso como quando passamos um filtro solar, em toda a área necessária


Se for em loção ou spray, tanto faz, em matéria de eficácia. Nas crianças maiores (que param quietas para aplicação) eu recomendo os sprays, mais fáceis de usar. 

Ideal não aplicar nas mãos das crianças, principalmente aquelas que põe a mão na boca o tempo todo (99% delas).

NUNCA se deve aplicar o spray diretamente no rosto: sempre use as suas mãos para passar na face das crianças.


Dependendo cada marca e concentração, a reaplicação é necessária após algumas horas. Sempre siga as recomendações do produto.


Existem repelentes próprios para uso diretamente nas roupas, como o Exposis Spray – Gatilho. Ideal para carrapatos, inclusive.


O uso de protetores solares e repelentes, ao mesmo tempo, pode ser feito. Nunca com produtos “combinados”, tipo 2 em 1. Mas usando o protetor solar antes, e após alguns minutos, o repetente. 


Perfumes atraem mosquitos… Portanto, pelo menos para ir à escola, evite perfumar as crianças.


Pulseirinhas e adesivos de citronela tem efeito bastante limitado. Não conte exclusivamente com estes métodos.


Repelentes, nas concentrações e apresentações adequadas, não são tóxicos. MAS, como quaisquer produtos de uso na pele, podem causar alergias cutâneas.


RESUMINDO: use repelentes, quaisquer marcas boas vendidas na farmácia, diariamente. Crianças a partir dos 2 meses podem usar, mas é nos escolares que o uso deve ser diário.”

( texto retirado do Blog da Clinica Len Pediatria)

Deixe um Comentário

3

8 março, 2015
Por Katia Ouang

Sempre ouço muito falar  da Shantala, a famosa massagem milagrosa que ajuda muito a acalmar os bebês, mas nunca tinha visto de perto como funcionava.

Fui convidada pela minha amiga fisioterapeuta Fernanda, da Bebe Shantala ,para  ver uma aula dessa massagem indiana milenar, que ajuda muito a estreitar os laços entre mãe e bebê.

Entre os vários benefícios da Shantala estão; melhora da cólica, redução do estress pois aumenta a sensação de bem estar, melhora da qualidade do sono ( o que mais as mamães querem!), desenvolvimento da consciência corporal do bebê, e ainda fortalecimento  do sistema imunológico.

Com apenas 1 aula à domicilio é possível aprender as técnicas e aplicar sozinha depois.

Eu adorei assistir e fiquei boba como a bebê até dormiu no meio da massagem de tão relaxada que ficou!

 

Apenas quem toca no bebê é a mãe , enquanto isso a Fernanda ensina os comandos e mostra como fazer usando uma boneca. Vejam algumas fotos da aula:

Capturas de tela69

E no final o bebê ainda ganha um banho de balde que completa a aula e faz com que relaxe completamente. A Fernanda também ensina a maneira correta de colocar o bebê no balde e como segurar, já que muitas mães tem essa dúvida!

Capturas de tela70

 

A Shantala pode ser feita até 2 vezes ao dia e é uma massagem preventiva. Ajuda a amenizar e até mesmo evitar os episódios de cólica e também é muito bacana para bebês que não conseguem dormir profundamente e ficam brigando com o sono , e muitas vezes acabam ficando super irritados.

Para massagear o ideal é usar um óleo vegetal com cheiros calmantes como camomila, lavanda e calêndula. Os óleos vegetais são naturais e hidratam muito mais que os sintéticos.

Mamães que desejam ter alguns momentos de contato intenso com seu bebê, ou mamães que os bebês dormem mal e são muito agitados, super recomendo a Shantala. Tenho amigas que os bebês passaram a dormir muito melhor depois da Shantala. É super benéfica em vários aspectos! E quem agradece são as mamães, que sabem o quanto é importante ter um bebê tranquilo.

Quem quiser mais informações sobre a Shantala: [email protected] ou para seguir no insta @bebeshantala

E vocês, já conheciam essa técnica?

Deixe um Comentário

0

4 março, 2015
Por Katia Ouang

Já fiz um post com o tema melasma por aqui , e é um dos assuntos que sempre interessa a quem como eu, sofre desse problema.

Os melasmas passaram a fazer parte da minha vida depois que engravidei e  vem e vão com uma frequência quase que insuportável.  E sem querer desanimar quem também sofre desse mal, ou você nunca mais toma sol, ou mesmo se protegendo e se lambuzando a cada hora com protetor fator 90, eles vão voltar! Em uma linguagem simples e direta a realidade é  ; não interessa que o melasma esteja apenas no seu rosto e você se proteja de todas as formas nessa região. O que interessa é que se você tomar sol apenas na perna, a produção de melanina é estimulada no seu corpo todo, e isso por si só já escurece o melasma e estimula o seu retorno.

Eu não tomo sol no rosto há muitos anos, mas detesto ficar branca no corpo. E no verão dizer que não vou tomar um solzinho ou que não vou a praia ou a piscina,  é impossível. Então tenho sofrido bastante com esse problema nos últimos 4 anos. É questão de auto estima mesmo. Algo que mexe bastante comigo como mulher. Pois quem gosta de ficar com manchas escuras pelo rosto?!

Claro que boas bases e corretivos cobrem e disfarçam bem. Tanto que muitas pessoas nem sabem que eu convivo com esse problema. Mas tem horas que você simplesmente não quer se entupir de maquiagem, quer passar um corretivo, um pó, e sair !

É dificíl eliminar as manchas, mas consegui controlar todos esses anos e até reduzir bastante com a ajuda da minha dermato a Dra Fabianne Gava, da Tre Dermatologia.

Meu tratamento é praticamente um ciclo; cuido o ano todo com produtos formulados , faço peeling no inverno, espero descamar a pele e então faço o laser e em seguida outro peeling.  O laser que faço chama alexandrita e é o indicado para o meu tipo de pele e manchas.

926VZTRT1

Para quem tem curiosidade em saber como fica após o laser, a sequencia de fotos mostra.

O laser vai em cima da mancha e depois a pele fica bem avermelhada. Mas como é um laser pontual ( só disparado nas manchas), apenas onde foi dado o “tiro” que fica sensível. Nesse período  é necessário usar um creme especial para hidratar e cicatrizar bem. Após 2 dias as casquinhas já estão bem visíveis,  como se fossem machucadinhos . Por isso o cuidado em não deixar as casquinhas caírem antes da hora.

Alguns dias depois que as casquinhas cairam, volto para fazer um novo peeling. E a ultima foto mostra a pela ainda um pouco marcada com umas manchinhas brancas onde caíram as casquinhas e que aos poucos vai igualando com o restante da pele até desaparecerem. A mancha some completamente.

A minha rotina é a base de alguns produtinhos formulados para o meu tipo de pele e de melasma. :

IMG_2323

 

Sempre faço na Dermaflora, que entregam tudo super caprichado e sempre mandam uma nécessaire ou uma bolsinha de presente!

Começo com a espuma para lavar o rosto, depois passo um tonico com algodão. Espero secar e passo a caneta rollon em cima das manchas. Depois passo um hidratante com base e proteção. Adoro o Spectraban. Para quem tem pele oriental como a minha, o tom de bege é exatamente da minha cor. E como tenho muita mancha e sarda, esse hidratante suaviza bem. Se eu for sair, uso a maquiagem depois desse processo todo.

A noite eu lavo o rosto de novo com a espuma e uso 2 ácidos. Uso por 3 dias um, e 3 dias o outro. Esses ácidos ajudam muito a clarear as manchas e ainda melhoram muito a textura da pele.

E esses são alguns produtinhos que me ajudam a proteger a pele ou cobrir as manchas:

Captura de tela inteira 04032015 102041

 

HelioCare 90 Gel : Adoro esse protetor pois não é oleoso. Uso quando vou para praia ou piscina, e reaplico a cada 2 horas

– Corretivo Dermage : Esse corretivo é bem espesso, daqueles que cobrem tudo. Uso em cima das manchas antes de passar a base. Mas normalmente só preciso recorrer a ele quando as manchas pioram no verão.

– Spectraban : Como falei eu amo esse protetor com base. Ele super funciona para mim e é rápido de aplicar. Uso diariamente pois tem uma cobertura leve que cobre as manchas leves e não fica carregado. Além de ter Fator de Proteção 35

BB Cream Nude Magique Loreal : Daqueles produtos BBB de farmácia que adoramos!Ele hidrata , tem proteção e uma corzinha bem leve. Gosto de usar antes do Spectraban ou de uma base. Ele suaviza as marcas e manchas e deixa a pele mais homogênea.

 

E não fico nunca sem um boné ou chapéu quando vou para o sol. Ainda dou preferencia aos da linha UV line, que tem proteção contra os raios solares.

Como vocês podem perceber é um ciclo sem fim. Mas dá para melhorar e muito. Eliminar de vez só se opção for não tomar mais sol nenhum. Algo que está fora de cogitação para mim porque quero ser feliz!!!

E vocês , herdaram os melasmas depois da gravidez? Conseguiram melhorar de alguma forma?

 

Deixe um Comentário

8

1 março, 2015
Por Katia Ouang

Se tem um post que faz sucesso por aqui são os meus “achados” por aí. Eu adoro garimpar nos supermercados pois sempre tem itens bacanas com excelente custo benefício.

Dessa vez fui até o Carrefour ver o que ele oferecer para nossos Babies & Kids!

Juro que fiquei surpresa não só com a organização dos corredores, mas também a variedade de itens. Já faz um tempo que não frequento esse supermercado por não ter nenhum muito perto de casa. Mas agora vou visitar mais vezes com certeza!

Vou começar com essa almofada rolinho! Esse tipo é super útil para colocar na cama das crianças não só para decorar, como colocar debaixo do lençol e fazer como uma proteção para a criança não cair. Eu faço isso direto na minha cama! Achei as estampas fofas e o preço ótimo, R$ 19!

Captura de tela inteira 01032015 204756 Captura de tela inteira 01032015 204746

 

Para quem procura lençóis temáticos, também tem algumas opções.

Captura de tela inteira 01032015 204737

 

Indo para a parte de roupinhas, vou começar com alguns “achados” como esses kits com bodies super fofos e com preço difícil de encontrar. Em média R$ 6 por body. Bom não?!

Captura de tela inteira 01032015 204635 Captura de tela inteira 01032015 201259

E o que eu adoro é achar peças azul marinho para as crianças poderem usar na escola! No Carrefour tem o moletom quentinho, calça e casaco, legging e calça bailarina. Também tem camiseta lisa branca. Preços entre R$ 12 a R$19 ! Adoro esses moletons para usar como pijama no inverno. O conjunto sai menos de R$ 40. Valor bem difícil para um pijama aflanelado. #ficaadica

Captura de tela inteira 01032015 201308Captura de tela inteira 01032015 201228

 

Para os meninos que gostam dos aviões, as araras estão lotadas de roupas nesse tema. E para as meninas, tem muita coisa de princesas. Achei a qualidade das camisetas e vestidinhos ótima! Tem quase todas as princesas.

Captura de tela inteira 01032015 201221 Captura de tela inteira 01032015 201234

 

Leggings fofas estampadas ! Sempre super útil para as meninas.

Captura de tela inteira 01032015 201254

 

Os Kits calcinha que coloquei no Instagram e que comprei para iniciar o desfralde da Manu, já que preciso em quantidade e o fato de ter personagens sempre se torna mais atrativo.

Captura de tela inteira 01032015 201246

 

Sapatinhos para bebês por R$ 19!

Captura de tela inteira 01032015 204729

 

Meias e sapatilhas

Captura de tela inteira 01032015 201214

 

Pratinhos , copinhos, chupetas, mamadeiras, banheirinhas, penicos e todos os tipos de acessórios:

Captura de tela inteira 01032015 204700 Captura de tela inteira 01032015 204648 Captura de tela inteira 01032015 204713

 

Fraldinhas bordadas com ótimo custo!

Captura de tela inteira 01032015 204720

E Pijaminhas!

Captura de tela inteira 01032015 204818

 

Sou super a favor de garimpar em supermercados pois é sempre possível achar itens mais baratos e que não deixam nada a desejar aos comprados em lojas!

Beijos e vamos começar a semana!

*K*

Comentários 5

5

26 fevereiro, 2015
Por Katia Ouang

Estava vendo algumas fotos antigas e encontrei essa da primeira gaveta da cômoda da Manu que já tinha separado para fazer um post e não sei porque ainda não tinha feito.

Muitas futuras mamães me perguntam como organizar o enxoval na cômoda. Então vamos lá!

Captura de tela inteira 25072014 233057

A primeira gaveta da cômoda considero o apoio que precisamos para tudo que usamos com mais frequência e que precisa estar a mão com facilidade. Só para essa gaveta comprei uma divisória de acrílico para poder manter os itens mais organizados. Pois tudo que você mexe com frequência , fica bagunçado mais fácil!

Então deixava basicamente os itens para a troca da fralda que não estavam na bandeja auxiliar; cueiros, fraldinhas de pano simples, bordadas  e as fraldas descartáveis. Além disso alguns babadores pois muitas vezes o bebê regurgita quando você levanta do trocador. São itens que você usa várias vezes ao dia e que não quer ficar procurando no meio de outras coisas.

As 2 gavetas seguintes deixava para as roupinhas de uso diário como bodies, camisetas, calças, culotes, shorts e tudo que não amassa muito e que não ocupe muito espaço. O restante deixava pendurado no armário.

E a última gaveta sempre gostei de deixar meio livre. Já usei nos primeiros meses para guardar as mantas e cobertores, depois deixava para colocar algumas roupas dos tamanhos seguintes, enfim, nada muito certo pois é uma gaveta de posição ruim para uso frequente.

Hoje que não uso mais a cômoda como trocador ainda deixo umas fraldinhas de pano, meias, calcinhas e uniformes da escola. Itens de uso diário.

E vocês, o que guardam na primeira gaveta da cômoda?

Deixe um Comentário

4

25 fevereiro, 2015
Por Katia Ouang

Uma das maiores dificuldades que tenho todos os dias é montar a lancheira das meninas. Haja criatividade para tentar fazer variações de lanches para as crianças não enjoarem. Pois sim, basta mandar dois dias seguidos o mesmo lanche que logo elas reclamam.

Quem me acompanha no blog sabe que sou uma mãe do tipo sensata, sem ser radical. Não entupo minhas filhas com porcarias, doces e frituras, e raramente ofereço esses alimentos para elas. Mas também não sou regrada a ponto de só dar alimentos orgânicos, naturais, integrais ou sem açúcar.

Montar a lancheira é algo que se tornou um desafio para mim. Nas primeiras vezes optei por tudo que considerava ideal e saudável. Mas após algum tempo, como a escola só restringe refrigerantes, as meninas acabavam não comendo o lanche e pedindo algo igual do amiguinho, que muitas vezes era uma bolacha recheada ou algo assim.

Por isso tenho tentado colocar coisinhas gostosas dentro de um equilíbrio de nutrientes. Penso sempre em um alimento fonte de proteínas, outro fonte de carboidrato e um suco nutritivo. Quanto às frutas, apesar das meninas adorarem e comerem muito em casa, na escola não comem. Já tentei de tudo, e então desencanei e deixo a fruta para a sobremesa do almoço, jantar e lanchinho da tarde.

Basicamente as lancheiras delas seguem essas variações para os 5 dias da semana:

– Bisnaguinha com Requeijão, Polvilho Doce e Suco

– Mini Pão Francês com geléia, polvilho salgado e Suco

– Yogurte de Morango, cereais de milho (em um potinho), bolacha salgada e Suco

– 3 Rolinhos de peru com queijo, Rosquinha de leite e suco

– Bolo Simples Caseiro (laranja, milho ou Limão), bolacha salgada integral com queijo branco e Suco

 

Entre os sucos sempre mando de caixinha e vario os sabores e tipos, e pelo menos 3x por semana gosto de mandar o Ades Max que elas amam! Por ser um suco a base de soja contém proteína, que é um nutriente essencial para a formação de massa muscular, para a função cerebral e, também, para a regulagem do sistema imunológico. Além disso, é ótimo para dar energia e tem 37%  menos de açúcar que a média dos outros sucos de soja disponíveis no mercado.

São vários sabores e as embalagens novas são super coloridas e divertidas. O que torna o lanche ainda mais atrativo!

Capturas de tela67

 

Criança se prende muito ao visual da lancheira, por isso eu tento sempre arrumar bonitinho e misturar os alimentos para que todo dia seja uma surpresa!

Com essas embalagens novas de Ades ainda desperta a curiosidade nas meninas em saber qual será o sabor que a mamãe colocou naquele dia e qual o personagem da caixinha!

 

E vocês, o que colocam na lancheira?

 

#lancheiraturbinada #adeskids

Comentários 4

1

11 fevereiro, 2015
Por Katia Ouang

Hoje quero abordar um assunto que nunca falei por aqui mas que é muito comum ocorrer nas mulheres que tiveram filhos; a diástase abdominal. Algo que eu tenho, me incomoda muito, e ainda estou aprendendo a conviver e aceitar que não vai mudar.

E como eu descobri?

Antes de ter filhos minha barriga era uma parte do corpo da qual eu assumidamente me orgulhava. Sempre tive a barriga chapada e fazia exercicios para manter. Fiz pilates e ginástica até engravidar e então parei ( meu maior arrependimento!). Depois que a Bruna nasceu, eu emagreci bastante, mas minha barriga ficou bem estranha. Eu estava magra mas ao redor do umbigo, parecia meio gordinho. Eu achava que tinha que dar tempo ao tempo para o meu corpo se recuperar. Fui voltar a fazer exercícios quando a Bruna fez 11 meses. Estava super empenhada em fortalecer a barriga, e então engravidei da Manu e parei por pura preguiça e também medo de me exercitar nos primeiros meses.

Mais uma vez não fiz exercício algum.

Depois do nascimento da Manu, conseguir emagrecer ainda mais rápido que da Bruna, sendo que 2 meses após o parto estava ainda mais magra do que antes. Não me lembro der ter ficado tão magra em toda a minha vida; 47kgs! Só que apesar te toda a magreza, minha barriga além de continuar muito estranha, meu umbigo saiu um pouco para fora, e eu perdi totalmente a cintura. O corpo mudou completamente.

Na loucura de cuidar de 2 filhos pequenos e trabalhar, voltei aos exercícios apenas com 1 ano da Manu. E então peguei firme com personal 2x por semana e treinando sozinha nos outros dias. Mas nada mudou. Senti diferença no corpo todo; pernas, costas e braços super se fortaleceram. Mas a barriga, apesar de um pouco melhor,  continuava de um jeito que não me agradava em nada. Consigo definir os músculos laterais, mas o central, nem pensar:

Foi então que a minha fisio na época levantou a questão de uma possível diástase, que confesso nem ter idéia do que seria.

Para vocês entenderem vou explicar bem superficialmente, pois é um assunto para ser tratado com mais detalhes por um profissional de saúde.

A diástase abdominal nada mais é que uma ruptura dos músculos do abdomem . Os casos mais comuns vem de excesso de peso e gravidez. Sendo que os fatores que predispõem uma mulher grávida para uma diástase  são usualmente: gestações múltiplas, obesidade, um bebê grande gestações muito próximas ( menos de 24 meses de diferença) e excesso de líquido amniótico.

E como no meu caso foram gestações muito próximas e bebês enormes para uma mãe pequena, fatalmente não escapei. Eu com 1, 58mt  e pesando 49kgs, ter bebês de quase 4kgs e 52 cm cada, só uma mágica faria eu escapar de uma mudança física dessas.

 

Um exame físico facílimo consegue detectar rapidinho a diástase.

6_9-Abdominal-vert

É so deitar e ficar na posição de um exercício abdominal. Então colocar os dedos no centro da barriga enquanto faz força nos músculos. Quem tem diástase, é possível sentir um buraco entre os músculos. Na dúvida é possível pedir para o seu médico um exame e identificar por ultrassom como eu fiz,  para assim poder ter certeza do tamanho do espaço que ficou.

A foto abaixo mostra bem o antes e depois :

dic3a1stese-na-gestac3a7c3a3o

Toda mulher que passou por uma gestação tem um pouco de diástase pós parto, mas com o tempo acaba voltando. Existe um limite de espaço entre os músculos que é normal e você consegue melhorar com exercícios, mais que isso só ( como é o meu caso) só com cirurgia. O processo é como uma abdominoplastia, aquele corte de osso a osso, para poder costurar os músculos. E isso está 100% fora de cogitação para mim.

Tenho tentado manter meu peso e fazer exercícios diários para abdome que ajudam a melhorar um pouco. Mas lamento não ter tido ninguém para me informar sobre isso antes de eu engravidar e assim poder tomar alguns cuidados maiores para tentar recuperar meu corpo em um período que ainda pudesse ter bons resultados.

Consegui fortalecer bastante os músculos laterais ( oblíquos) mas os centrais ( retos)  não tem jeito.

 

Captura de tela inteira 11022015 175738

 

E esse post todo é para passar uma dica de amiga; se exercitem antes e durante a gravidez , e tentem não engordar muito. Além disso, mesmo com preguiça e cansadas, voltem às atividades físicas assim que o médico liberar. Eu não sabia, mas boa parte dos casos de diástase podem ser evitados se exercitando na gravidez ( caso você já tinha se exercitasse antes) e voltando logo em seguida. Até 3 meses após o parto os músculos ainda se recuperam. Depois disso, é bem mais complicado.

São algumas das “heranças” da gravidez que vou carregar comigo para sempre, e serão pauta por aqui sempre que possível. O próximo tema são mais uma vez os melasmas e como eu convivo com essas manchas que também herdei da gravidez e que luto contra elas há 4 anos!

Só mais uma dica; na dúvida consulte o seu médico. Ninguém melhor do que ele para orientar e explicar!

 

Alguém também teve diástase por aqui?

 

Comentários 28

8

3 fevereiro, 2015
Por Katia Ouang

Há poucos dias postei uma foto da Bruna começando a fazer aulas de natação. Poucos dias depois fiz um vídeo dela nadando sozinha. Foi do nada, ela se soltou e saiu nadando:

Aproveitei e achei o gancho que queria para falar sobre esse assunto que é bastante pedido pelas leitoras. Qual a hora certa para colocar na natação e se a natação para bebês vale a pena.

Eu vou ser sincera, nunca achei necessário colocar um bebê de 6 meses em uma piscina. Não vai fazer que essa criança nade mais rápido do que outras ou que muito menos, não tenha menos de medo de água. O pediatra das meninas nunca indicou e ainda me deu a seguinte resposta; ” Você está afim que seu bebê comece a ter otite ou alergias só por precisa fazer natação?”

Por isso vale a pena pensar qual o seu objetivo ao colocar um bebê ou criança pequena na natação. O meu sempre foi apenas um; que minhas filhas aprendam a nadar e se defendam sozinhas na piscina.

A partir de 3 anos acho que vale a muito a pena. Mesmo porque eu mesma (como conta minha mãe), comecei a nadar sozinha depois que fiz 3 anos. E isso é uma segurança e tranquilidade para os pais , já que afogamento é um dos maiores medos de quem tem filhos pequenos. Entre 3 e 4 anos ( tudo depende do desenvolvimento do seu filho), ensinar a nadar, respirar, afundar e bater as pernas é muito fácil. Pois a criança já consegue não só entender os comandos, como imitar e até tirar suas dúvidas.

Esperei a Bruna começar a não querer mais usar bóia e pedir para nadar sozinha para colocar nas aulas. Tanto é que agora com 4 anos e 3 meses bastaram 2 aulas para ela entender como respirar e sair nadando. A natação foi a segurança que ela precisava para poder se soltar sem medo. E olha que ela tinha bastante medo.

Como tudo na maternidade, temos que entender quando nossos filhos estão prontos para alguma mudança. Pois sim, nadar sozinho é uma grande mudança!

E acredito que natação seja algo que os pais tenham que se programar para colocar os filhos mesmo que seja apenas o período para aprenderem a se virar sozinhos sem bóia. Esse é um investimento que tem que ser feito em prol da nossa tranquilidade e segurança das crianças.

Antes de fazer ballet, jogar futebol, fazer aula de inglês ou qualquer  outra coisa, a natação é minha primeira opção.

Agora estou curtindo ver minha pequena se desenvolver! E com a Manu será igual, pretendo colocá-la daqui 1 ano e esperar ela dar os sinais que já está pronta para aprender.

Mais um grande passo por aqui !!!

E seus filhos, nadaram sozinhos com quanto tempo?!

Comentários 6

3

22 janeiro, 2015
Por Katia Ouang

pg_hipoglos1

Eu já testei e mostrei aqui no blog diversas marcas de pomadas para prevenção e tratamento de assaduras. Tem várias que eu gosto, mas o engraçado é que uma das minhas preferidas ainda é a boa e velha Hipoglós. A original, com aquele cheiro horrível e super pegajosa mas que é de fato eficaz. Até hoje uso muito nas meninas. E a qualquer sinal de assadura ou irritação, uso Hipoglós e melhora na hora.

O problema da Hipoglós, e diga-se de passagem que as outras marcas não tem, é que se ele encostar em qualquer tecido, é uma dor de cabeça tirar. Além de grudar, deixa uma mancha amarelada super difícil de sair. Quando passo na Bruna sempre mancha as calcinhas. E quando passo na Manu, boa parte das vezes ela sai correndo e suja a colcha da cama, o cueiro e qualquer lugar que encostar. Uso também ao redor da boca da Manu pois ela tem uma alergia a chupeta que melhora na hora com Hipoglós, mas mancha todas as fronhas e lençóis do berço.

Seia mais fácil eu não usar Hipoglós, não?! Sim, seria.

Mas eu adoro e ainda funciona super bem por aqui. Fora que além de usar nas meninas eu uso bastante para passar em olheiras, hidratar lábio, passar na sola do pé…. enfim, mil e uma utilidades que posso até montar um post depois!

Então hoje queria passar uma dica que vai ajudar outras mães fãs do Hipoglós mas que também sofrem para tirar as manchas causadas por eles. Lembrando que todas as dicas são sem ajuda de produtos químicos ou de limpeza já que estamos falando de peças de uso infantil.

Umas das opções é ferver a roupa, isso faz com que a pomada se solte e a mancha suma. Outra opção seria deixar a roupa de molho com água e sabonete no sol, isso também faz com que o Hipoglós  saia. Essa opção de deixar no sol é uma solução super eficaz para vários tipos de mancha.

Se for roupinha de bebê o  melhor é passar sabão de côco (em barra), esfregar e deixar de molho no sol durante uma hora. Depois enxague bem até que a mancha de Hipoglós saia. Se não sair de primeira, repita todo o processo novamente até a mancha sair.

Algumas pessoas também costumam passar vinagre branco em cima da mancha e deixar a roupa no sol. Depois é só esfregar bem com sabão de côco.

 

E vocês, também usam Hipoglós e conhecem alguma outra dica para limpar as roupas?

 

 

1 Comentário

1

20 janeiro, 2015
Por Katia Ouang

 

Captura de tela inteira 20012015 113110 Captura de tela inteira 20012015 113120

Para compensar o post de ontem de momentos “perrengues” que passamos em algumas viagens, hoje vou mostrar um pouco desse meu ultimo final de semana que foi uma delícia!

Estivemos mais uma vez no Paradise Golf & Lake Resort. Dessa vez com uma missão mais do que gostosa e especial; hospedar as meninas em uma Suite temática da Lilica Ripilica e contar como foi a experiência. E para quem me acompanha há pouco tempo, tem post completo sobre o hotel com toda sua estrutura para crianças AQUI.

Se hospedar nessa suíte é de fato um programa para meninas, pois tudo nela é lúdico e bem romântico. A idéia é que as meninas se sintam em casa, e possam brincar e se divertir deixando assim os pais mais livres enquanto estão no quarto. Pois um dos perrengues maiores que passo em hotel é quando preciso me arrumar e tomar banho e elas ficam aflitas para sair.

Dessa vez foi bem diferente.

O quarto vem todo equipado com coisinhas fofas da ratinha Lilica Riplica. Já fomos recebidos com uma cartinha de boas vindas , a programação infantil para o final de semana e um prato de brigadeiros! E em cada canto algo para entreter as crianças; desenhos para colorir , lápis e canetinhas, livros de vários tipos um mais fofo que o outro, balas, pirulitos, televisão com dvds infantis, e na varanda mesinhas com regador e vasinhos.

Nós ficamos junto com elas no quarto e colocaram um bercinho para a Manu. Mas o quarto é conjugado com uma suíte caso os pais queiram ficar em outro quarto. Imagina dar de aniversário para a sua filha 1 final de semana com 3 amiguinhas nesse quarto?? Quem não ia amar?

Vou mostrar as fotos e contando como foi!

Assim que chegamos uma das camas tinha roupão e chinelo e na outra, esculturas com toalhas:

Capturas de tela50

 

O prato de brigadeiros com a programação e detalhe do armário fofo da Lilica:

Capturas de tela58

 

A Manu explorando o quarto e as coisinhas. Detalhe para o Frigobar Pink!

Capturas de tela56

 

Bruna lendo um dos livrinhos ( tem vários e todos muito fofos!) . E também tem uma casinha da Lilica montada para elas brincarem:

Capturas de tela57

 

 

Detalhes do criado mudo com o telefone pink, potinhos de bala e pirulitos ( tudo da Lilica), case com cds infantis, desenhos para colorir e lápis de cera:

Capturas de tela55

 

Na varanda 2 mesinhas infantis, regadores e potinhos:

Capturas de tela52

 

E aqui as meninas brincando e desenhando quietinhas após o banho:

Captura de tela inteira 20012015 110447

 

 

Queria dar um destaque especial às férias no Paradise. Nesse época de verão e em julho, o hotel sempre coloca algumas atrações a mais para a criançada e investe mesmo em recreação. Dessa vez além dos brinquedos infláveis que sempre montam em um salão, colocaram esse pula pula incrível e que foi a diversão principal para as meninas, elas simplesmente amaram e não queriam sair:

Capturas de tela51

 

 

E para fechar com chave de ouro o final de semana de calor e muito sol, a Bruna aprendeu a nadar sozinha. Algo que vou falar no próximo post!

Como sempre a estadia no Paradise foi uma delícia, e finalizo o post com essa vista linda, que é a minha preferida do hotel:

Captura de tela inteira 20012015 110517

 

Gostaram?

 

” O Blog Minhas Dikas viajou a convite do Paradise Golf Resort

e o texto reflete minha opinião pessoal sem compromisso de ação comercial”.

Comentários 6

2