Por Katia Ouang

Não sei se no segundo filho tudo é mais fácil ou nós que não damos tanta importância. Mas há pouco tempo percebi que já poderia ter tirado a fralda noturna da Manu e não fiz por pura preguiça ou até mesmo, falta de atenção a esse momento.

Talvez porque ela durma na minha cama e eu sinceramente esteja zero afim de ficar trocando lençol pela madrugada. Então para mim estava cômodo deixá-la de fralda por mais algum tempo. E como a minha referência acaba sendo sempre a Bruna  que demorou muito para tirar a fralda da noite, fui seguindo o ritmo aqui de casa.

Mas a real é que há muito tempo ela já acordava com a fralda sequinha.

E se vale um a parte de certo modo engraçada, há meses que eu comprava o saco de fraldas mais barato que tivesse na farmácia,  já que fralda está custando uma fortuna e a Manu só usava uma por dia. Deixei Huggies e Pampers de lado por todo esse tempo e usei todas as Pompom,  Cremer e até outras marcas que encontrava no tamanho Extra Grande. E acreditem, nunca vazou nas poucas vezes que ela fez xixi a noite. E quer saber se uma fralda funciona ou não? Coloque em uma criança maior,  que o volume de xixi é enorme! Por isso, fica a dica; testem várias marcas de fralda pois as vezes por  puro preconceito em relação à nomes não tão tradicionas, gastamos uma fortuna por mês. A Pompom tem uma linha que chama “Grandinhos” para acima de 14kg . As fraldas são enormes e ficam bem confortáveis para dormir , e ainda por terem uma área de absorção maior, o risco de vazar é menor. ( #ficaadica para quem tem filhos acima de 15kgs que ainda usam fralda)

Voltando ao desfralde, há 2 meses resolvi tirar a fralda da noite , sempre forrando o lado que ela dorme na minha cama com aqueles tapetinhos para cachorro fazer xixi e que super funcionam no desfralde para “poupar” o colchão. Acho bem mais prático que aqueles protetores de colchão pois são descartáveis e não precisamos perder tempo lavando e esterilizando depois. Também fica a dica para usar na cadeirinha do carro para viagens mais longas.

Captura de tela inteira 03052015 121739

Nesses 2 meses fomos até que bem.  Todas as noites esperando a Manu tomar o leite, espero uma meia hora pelo menos, levo para fazer xixi, e só depois coloco para dormir. Também evito dar muito liquido depois das 6 da tarde. E foram bem poucas as vezes que escapou o xixi a noite.

Até que então tivemos a tal semana “pesadelo” que contei no post passado onde ela ficou praticamente 1 semana com febre. Nesses dias por conta da febre e da gripe, ela praticamente não quis comer mas tomou muito líquido o dia todo. E quase todas as noites acabou escapando o xixi. Mesmo eu levando ela de madrugada para fazer,  já que tinha que acordar para tomar remédio.

Depois da 4a noite decidi colocar a fralda pois não queria que ela ficasse molhada por um tempo com febre de quase 40 graus.

E foram alguns dias de fralda acordando cheia e eu pensando que teria que começar tudo de novo.

Dei um tempo para ela se recuperar e então decidi que não voltaria atrás. Estamos há 10 dias sem fralda de novo, com  alguns dias escapando, mas que faz parte do processo.

E entre todos os processos de deixar a fase bebê como passado , agora só me resta tirar a chupeta da Manu…. Uma dor de cabeça que logo mais terei que ter.

E quem quiser ver todos os relatos sobre desfralde das meninas, clique AQUI!

Boa Semana!

*K*

 

 

1

1 Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1 Comentário:Desfralde Noturno da Manu

  1. Karen

    Ka,

    acompanho sempre seu blog e estou muito feliz com sua decisão de continuá-lo. Tenho uma filha de 2 anos e 7 meses, o desfralde diurno partiu dela (aos 2 anos exatamente), o noturno também partiu dela (algumas semanas atrás ela decidiu que não usaria mais fralda à noite). Ainda ocorrem escapes, mas no geral tem ido bem.
    A chupeta foi o que mais me surpreendeu. Isso não partiu dela, mas de mim. Conversei com ela e demos a chupeta do dia para o coelhinho. Nos primeiros dias ela ficou bem sensível, sabia que não teria mais a chupeta durante o dia e não pedia, mas ficou mais chorosa.
    Agora esta completamente adaptada, inclusive tem adormecido diversas vezes à noite sem a chupeta. Quase não comecei esse processo por medo que ela fosse sofrer muito, e agora vejo que ela está ótima, e que os dentes que estavam começando a ficar para frente, já até estão voltando ao normal.
    Nossas pequenas sempre nos surpreendem, na maioria das vezes, de forma positiva!

    Abraços,